Yoga despenteia!

20/10/2010 17:11

Ana Borella


Saí de uma aula de Yoga há poucos dias e, divertidamente, me lembrei de uma nova campanha publicitária. Um outdoor dizia “Amor à primeira vista despenteia” e, devido ao meu estado capilar, fui obrigada a pensar “Yoga é que despenteia”. E despenteia mesmo!

A prática do Yoga te coloca de cabeça para baixo, faz você se torcer, alongar, virar e remexer. Mexe com tudo e cria uma necessidade de reconstrução, de renovação.

Yoga não despenteia só o cabelo: Yoga chacoalha toda a cabeça, faz você repensar suas atitudes, sua saúde, seus hábitos, seus humores e amores, seus atos, suas reações e até suas escolhas.

E quer saber? É como se apaixonar, só que por você. Yoga te ajuda a se conhecer, aprender a se aceitar, respeitar a si, ao próximo e ao distante. Yoga é consciência, é amar a vida em todas as suas formas, níveis, cores ou o que se apresentar.

Quando nos propomos a seguir uma filosofia de vida, como o Yoga, devemos escolher aquela com a qual nos identificamos e nos concentrar principalmente nos pontos positivos, sem alienação, afinal, você já analisou bem o que queria.

Qualquer mudança de hábito exige muita disciplina, e se você não estiver atenta aos benefícios dessa mudança, pode se perder na dificuldade de manter o objetivo e sair frustrada de uma experiência que tinha tudo para ser enriquecedora.

O simples fato de diminuir o café, por exemplo, pode ser muito benéfico à saúde e ajuda a controlar a ansiedade, já que é um estimulante. Mas se você criou o hábito de tomar café para compensar alguma frustração, ou como uma muleta para suas inquietudes, cortar esse vínculo pode não ser tão simples. Se você não abusar da atitude positiva, fica ainda mais difícil, e é assim com qualquer mudança. Nós nos apegamos ao que conhecemos, mesmo quando não somos felizes, e pensar em mudar pode ser assustador.

Aprender a colocar os ensinamentos do Yoga no dia-a-dia passa pelos hábitos alimentares, pelo sono, pelos estudos, pelas atitudes no trabalho, com a família e amigos, enfim, por toda a sua vida. Isso, sim, pode ser exaustivo se não for bem trabalhado. Porém, quando acompanhado de convicção, o que era difícil torna-se natural com o tempo, desenvolve-se a paciência e a tolerância e, com eles, a capacidade de evoluir. Você vai além dos padrões do mundo cão, buscando não apenas o lucro pessoal, mas o bem-estar de toda a humanidade em cada atitude.

Só que você não precisa começar com toda essa dedicação, pode começar devagar ou no seu ritmo, que só você conhece. Inicialmente, você vai estranhar uma série de conceitos, que apesar de serem universalmente aceitos como bons, não são utilizados com a devida freqüência e, muitas vezes, em um ambiente competitivo, são até considerados “coisa de gente esquisita”.

São exatamente esses conceitos, mais que as posições, que te deixam em forma, mais do que as técnicas avançadas de respiração e relaxamento, que te levam a um estado único de felicidade. As técnicas te dão a estrutura para se superar, mas é quando você consegue levar essa superação para todas as camadas que formam a sua vida, que a felicidade deixa de ser um momento só seu, para ser todos os seus momentos.

Levar uma sacudida do Yoga é como acordar de bom humor, pois nos sentimos revigorados e prontos para aproveitar a vida!

Deixe o Yoga te despentear completamente e entre para o time de despenteados satisfeitos!

Com carinho,

Ana Borella - Professora de Yoga e Diretora da Associação de Yoga


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!